02 de Setembro de 2014

Polícia
Enviado por Marcela Freitas 27/7/2010 23:12:23

Rapaz é retirado de casa e assassinado em São Gonçalo

Rafael da Conceição, de 22 anos, foi encontrado morto com cinco tiros, na manhã de terça-feira (27), no alto do morro da Vila Candoza, no Jóquei, em São Gonçalo. De acordo com familiares, Rafael teria sido retirado de casa de madrugada, por volta das 3h, por homens armados. A polícia investiga, ainda, o desaparecimento de um menor, que estaria em companhia de Rafael.[bloquear/

Desesperados, familiares de Rafael pediram auxílio a policiais 7º BPM (São Gonçalo), lotados no Departamento de Polícia Ostensivo (DPO) do Jóquei, que, após patrulhamento, encontraram o corpo do rapaz sobre uma bancada de cimento, construída no alto da comunidade.

Além de marcas de violência, o corpo estava com as mãos amarradas. Os militares realizaram operações em busca do outro menor, mas não o encontraram. Moradores disseram que o local onde o corpo foi encontrado tem sido usado como ponto de endolação de drogas. A polícia, no entanto, ainda não confirmou uma suposta ligação do homicídio com a “guerra” entre facções criminosas por pontos de vendas de drogas na Candoza.
A hipótese de execução motivada por uma vingança é um das linhas de investigação da polícia. Rafael não tinha antecedentes criminais. O caso foi registrado na 75ª DP (Rio do Ouro).


'Guerra’ deixou 5 mortos
Há cerca de um mês, as facções criminosas Comando Vermelho (CV) e Amigos dos Amigos (ADA) lutam pela hegemonia dos pontos de vendas de drogas na Vila Candoza. Um dos confrontos, em junho, deixou o saldo de cinco pessoas mortas e duas feridas. O tiroteio ocorreu em frente ao bar Deus da Vitória, localizado na Estrada do Coelho, principal via do bairro. Os frequentadores foram surpreendidos por 15 homens armados, que estavam em dois veículos. Quatro bombas caseiras foram lançadas pelos invasores contra os frequentadores. Na ocasião, segundo a polícia, Dudu Cabeção, gerente geral da ADA, foi executado.


Granada, munição e drogas

Após receberem uma denúncia anônima, policiais do Serviço de Inteligência (P2), do 7º BPM ( São Gonçalo), realizaram, terça-feira (27) pela manhã, uma operação na Vila Candoza. Na localidade conhecida como Represa, os militares apreenderam uma granada, 358 sacolés de cocaína, 167 pedras de crack, 200 gramas de cocaína pura, além de 158 munições calibre 556, 41 de calibre 32, 9 de pistola 9 mm, 2 carregadores, 2 rádios comunicadores e material para endolação. O material apreendido foi encaminhado para a 75ª DP (Rio do Ouro).

Segundo os PMs, a Vila Candoza passou a ser reduto de traficantes do Comando Vermelho, após a última invasão na região. A ordem para a ação, conforme a polícia, teria partido de um traficante conhecido como Gordão, do Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio. Gordão teria dado o comando do tráfico da Candoza para o traficante Chocolate, seu braço direito e ex-morador da localidade.

 





<< Primeira < Anterior   [ 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10  ] Próxima > Última >>

Expediente | Anuncie Aqui | Trabalhe Conosco | Twitter | Comunidade no Orkut | RSS | Fale Conosco
©Copyright O SÃO GONÇALO - Todos os direitos Reservados

Ilhota Leste Comunicação