29 de Agosto de 2014

Polícia
Enviado por Celso Brito e Renata Sena 13/9/2013 23:43:34

Um morto e um baleado na guerra do tráfico em SG

A guerra travada entre traficantes do Comando Vermelho (CV) e Amigo dos Amigos (ADA), ontem à tarde, deixou um morto e outro ferido, na Favela da Alma, em São Gonçalo. As vítimas, segundo moradores, não tinham qualquer ligação com o tráfico de drogas, mas teriam sido confundidos com bandidos da ADA, que durante a madrugada de ontem participaram de uma tentativa de invasão ao Morro da 13, no Anaia Pequeno, cujas bocas de fumo são controladas pelo CV.
 
O conflito resultou em um intenso tiroteio que assustou e impediu os moradores de dormir. Os criminosos ocupavam uma caminhonete S-10 prata e fizeram vários disparos contra um grupo de jovens que estava na Praça Benfica, no Jóquei. Houve correria, mas os criminosos foram atrás dos jovens e continuaram atirando.
 
Na ação, o garçom Anderson Jesus de Nazareth, conhecido como Velhinho, de 20 anos, foi baleado na perna e nas costas. 
Mesmo ferido, ele ainda conseguiu pular o muro de duas casas. Contudo, o jovem não teve forças para prosseguir a fuga e morreu no quintal de um imóvel Rua Expedicionário José da Costa Valério.
 
O outro baleado foi um estudante de 16 anos. Ele foi socorrido e encaminhado ao Hospital Estadual Alberto Torres (Heat), no Colubandê. 
 
O pai do jovem esteve na 75ª DP (Rio do Ouro), onde contou que estava trabalhando quando foi informado que seu filho tinha sido baleado por ocupantes de um carro preto. O rapaz não corre risco de morrer. Parentes e amigos do garçom estiveram no local do crime. A vítima trabalhava em um quiosque na Praia de Piratininga. 
 
Conforme informações de amigos, o rapaz estava na praça conversando quando surgiu a S-10 com os ocupantes armados. 
“Os caras abriram fogo contra eles e todo mundo saiu correndo. Quem estava na rua só pensou em se abrigar para não ser atingido. Após os tiros, Velhinho ficou sumido e ninguém sabia onde ele estava. Só depois é que soubemos que ele estava naquela casa”, contou um amigo.
 
Invasão - Moradores contaram que não conseguiram dormir, na madrugada de ontem, entre os bairros do Anaia Pequeno e Jóquei, no Complexo da Alma, áreas dominadas por um dos criminosos mais procurados do Rio: Levi da Cruz Rebello, o Levi da Alma.
A troca de tiros envolveu criminosos do CV, que atuam no Morro do 13, no Anaia Pequeno, e os líderes da ADA, no Complexo da Alma, que tentaram invadir a comunidade rival. 
 
O confronto teve início no final da noite de quinta feira e se estendeu pela madrugada, durando quase quatro horas.
O Morro da 13, que é chefiado pelo traficante conhecido apenas como PH, amanheceu com rastros de sangue pelas ruas. Sob a lei do silencio imposta pelos criminosos, moradores preferiam não falar sobre o assunto e evitaram andar pelas ruas da comunidade durante toda a manhã de ontem. 
 
Assustados, comerciantes comentaram que abriram as portas com medo. 
 
“Foram muitos tiros. Estamos assustados. Não sabemos exatamente o que ocorreu”, comentou um comerciante que preferiu não se identificar. As escolas do bairro não tiveram as aulas interrompidas, mas muitos estudantes preferiram ficar em casa. 





<< Primeira < Anterior   [ 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10  ] Próxima > Última >>

Expediente | Anuncie Aqui | Trabalhe Conosco | Twitter | Comunidade no Orkut | RSS | Fale Conosco
©Copyright O SÃO GONÇALO - Todos os direitos Reservados

Ilhota Leste Comunicação